ESTE BLOG É NOSSO



Este blog tem como marco referencial a Educação.
O objetivo é ser uma fonte de informação,atualização,dicas,ponto de partida para consultas, reflexões, comentários, colaborações, histórias e causos que giram em torno do ensino, da aprendizagem, de toda a sua dinâmica e de fatos correlatos que influenciam todo este processo de alguma forma.


sábado, 28 de maio de 2011

Transgressão e mudança na educação - os projetos de trabalho

Por estarmos vivendo em uma época de grandes mudanças sociais, passou a ser função da escola não apenas a transmissão de conteúdos, mas ajudar a construir a identidade e a subjetividade de cada criança e adolescente, tanto como sujeito histórico, como cidadão, ensinando-os a elaborar estratégias e recursos para interpretar o mundo em que vivem, a escrever suas próprias histórias, respeitando as mesmas, as relações estabelecidas através das diferentes experiências culturais e os conhecimentos relevantes para eles.
 Como decorrência, pertinentes indagações têm sido apresentadas: a escola tem ajudado os alunos a estabelecer relações entre as diferentes matérias, partindo do que realizam em sala de aula? Os currículos têm sido elaborados respeitando os conhecimentos prévios e peculiares de cada comunidade escolar? Há uma preocupação especial com relação às concepções de ensino e aprendizagem em sala de aula?
Tais questionamentos estão correlacionados ao valor a ser dado à indagação crítica como estratégia de conhecimento, da educação para a compreensão, visto ser do consenso geral que o melhor caminho para se ensinar alguém a pensar e aprender compreensivamente é através da pesquisa, observação do contexto social ao qual o aluno pertence, além das estratégias elaboradas, que lhe permitam interpretar a realidade existente.
 Daí a ênfase dada pelo autor à organização curricular. Acredita que, aquilo que os alunos aprendem não pode ser organizado a partir de temáticas decididas por um grupo de especialistas disciplinares, mas sim, de conceitos ou idéias chaves, que vão além das matérias escolares e que permitem explorá-las, descobrir relações e interrogar sobre os significados das interpretações dos fatos.
Para Hernández, as disciplinas escolares nunca são um ponto de chegada, mas uma referência para o aprendiz orientar-se numa exploração mais ampla e incerta, já que o que aprende deve ter relação com a vivência de cada um, cabendo à educação possibilitar a aquisição de estratégias de conhecimento que permitam ir além do mundo como estamos acostumados a representá-lo, por códigos lingüísticos e sinais culturais estabelecidos e “dados” pelas matérias escolares e pela bagagem outorgada pelo grupo social ao qual se pertence, refazendo e renomeando esse mesmo mundo.

 O ensino da interpretação seria a parte central de um currículo, enfocando a compreensão, enfrentando o educador o duplo desafio de ensinar os alunos a compreender as interpretações sobre os fenômenos da realidade, a origem deles e, assim, compreender a si mesmos. Dessa forma, seria entendido que o conhecimento escolar não se “fixa” em verdades universais e estáveis e, sim, coloca aluno e educador, em uma atitude de incerteza frente a diferentes linguagens que se refletem nos saberes, nas disciplinas, nas matérias, processo este que dará sentido à realidade. Por isso, uma das grandes propostas deste livro é a de convidar os educadores a romperem com a idéia existente de classe e de organização da escola, por grupos de nível ou de idade, com um professor como a única fonte de conhecimento.
Os currículos escolares devem ser organizados partindo da priorização de projetos de estudo, com atividade docente diversificada, alunos agrupados a partir de temas ou problemas que irão pesquisar e não por questões de nível ou de idade. O tempo é planejado em termos de períodos de trabalho: início de uma semana ou quinzena, “espaços de trabalho”, sem a estrutura de aulas fechadas, mas, pela idéia de seqüencialidade e de organização de conteúdos, sendo cada sala de aula um cenário com uma cultura própria, não única, mas que vai se definindo mediante os diferentes discursos que são desenvolvidos e as diferentes situações encenadas. Isso favoreceria o reconhecimento das influências e representações mútuas entre as diferentes culturas, em diversas formas de conhecimento, para melhor construção da realidade. Trata-se de repensar a escola, entendendo que ensinar é: questionar toda forma de pensamento único e suas representações e verdades estáveis da realidade; incorporar uma visão crítica que induza o indivíduo a se perguntar a quem beneficia ou marginaliza essa visão dos fatos; estudar um fenômeno, destacando opiniões diferenciadas, para que o aluno comprove que a realidade se constrói a partir de pontos de vista diferentes; compreender que toda realidade corresponde a uma interpretação, não inocente, objetiva e nem científica, e sim interessada, pois ampara e media visões do mundo e da realidade conectadas ainteresses que quase sempre têm a ver com a estabilidade de um status quo e com a hegemonia de certos grupos.

Fonte: 

Sites Interessantes




Parte dos projetos foram enviados por educadores brasileiros; outros são resultado do trabalho de professores norte-americanos e de vários países.

Site de atividades para educação infantil. 

Sociedade Brasileira de Educação em Matemática

Artigos sobre educação.

MiniWeb Educação.
Neste site serão encontrados inúmeros projetos e todas as informações referentes ao seu desenvolvimento.
Os projetos podem ser utilizados livremente

"A necessidade de desenvolver capacidades, no sujeito aprendiz, é um dos mais importantes objetivos dos Parâmetros Curriculares Nacionais. O desenvolvimento dessas capacidades pode gerar atitudes como autonomia, análise, reflexão etc., essenciais à formação do cidadão integral."

A Voz do Professor

Legislação Educacional


Fonte da imagem:
O papel do gestor escolar na incorporação das TIC na escola:experiências em construção e redes colaborativas de aprendizagem.

Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida
Lígia Cristina Rubim Menezes






Esta seção do site é dedicada a projetos pedagógicos desenvolvidos pelos próprios professores.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Dez pontos a rever na educação

   Autor : Luiz Carlos de Menezes

      Dez pontos a rever na educação O Brasil segundo o autor esta despertando e começando a dar a educação o espaço que ela necessita, onde se abre mais espaço na mídia para o tema e os resultados ruins dos exames nacionais mostram a deficiência, dando-se espaço ao Plano de Desenvolvimento da Educação, com intenção de apontar as raízes deste problema foram enumeradas dez questões centrais deste problema. 
           1- Educação Básica – apesar de esta ser obrigatória e gratuita, as péssimas condições em que são oferecidas no sistema publico fazem com que se perpetuem as desigualdades sociais. 
          2 – A ampliação do acesso à escola não acompanhou a melhoria dos equipamentos e da infra-estrutura, o que diminui a participação cultural. 
          3 – Com a inadequação do ensino a cultura a escola vem formando uma massa de analfabetos funcionais que não conseguem ingressar no mercado de trabalho, esta característica é crescente pela falta do resgate social e inclusão educacional, tendo suas conseqüências impressas na cultura e na economia, para reverter este quadro é necessário à capacitação profissional adequada. 
          4 – Formação de professores vem acontecendo apenas no sentido teórico, ou seja, apenas nas academias, desta forma os professores descolados da pratica não conseguem relacionar o contexto da escola as praticas, para mudar é necessário uma parceria entre escola e academia onde se proporcione uma formação calçada na pratica. 
        5 – Professores das series iniciais e gestores formam-se nos cursos de pedagogia, tornando estas habilitações sem focos e prejudicando as categorias, os cursos de licenciatura não possuem articulação responsável entre saberes disciplinares e competências pedagógicas. 
         6 – Livros-Texto e outros materiais são editados sem o contexto da escola publica, seu alvo são as crianças da rede privada, faltam recursos adequados à rede publica. 
        7 – A educação de massas vem sendo feita de forma que o aluno ainda é aquele ser no qual o professor deposita conhecimentos, para possibilitar uma mudança é necessário que se crie políticas educacionais que visem à emancipação do jovem. 
      8 – Avaliação, esta vem acontecendo de forma a punir e excluir os alunos, o que acaba por classificar a escola e não aperfeiçoa-la. 
        9 – Avaliação de professores deve ser feita de acordo com o desempenho de seus alunos e não supervalorizando títulos, os professores devem ser pagos adequadamente por sua capacidade. 
        10 – A mobilização da vanguarda intelectual e política são responsáveis pela produção cultural e social de um país, por enquanto isso não acontece às universidades seguem sua política educacional de atingir metas de produtividade seguindo propostas inadequadas de avaliação.

Fonte: 

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Rock de bombachas

André Pereira   
Rodrigo Blum

Um projeto audacioso que demonstra toda a musicalidade do tradicionalismo gaúcho, misturada ao bom e velho rock in roll. Essa é a proposta do Rock de Galpão, que conta com Neto Fagundes, a versatilidade da banda Estado das Coisas, participação do gaiteiro Paulinho Cardoso e a produção artística de Hique Gomes, do Tangos e Tragédias. Essa “desconstrução” da música nativista emaranhada ao rock apresenta um repertório composto por autores renomados como, Apparicio Silva Rillo, Lupicínio Rodrigues, Jayme Caetano Braun, Noel Guarany, Mário Barbará, César Passarinho, Nico e Bagre Fagundes, Vitor Ramil, José Fogaça, Elton Saldanha, entre outros.
A idéia partiu da banda Estado das Coisas que, em 2003 fazia parte do quadro de músicos fixos de uma casa noturna de Porto Alegre. Após uma apresentação com músicos convidados onde foi feita uma versão da música Wish you were here do Pink Floyd, com participação de Renato Borguetti, a casa organizou um dia da semana, onde juntava-se a banda músicos tradicionalistas. Criou-se, então, uma certa afinidade com Neto Fagundes, que passou a apresentar-se com o grupo por alguns meses até que o vocalista Thiago Ferraz, levou a ele o convite para que fizessem um show em Santo Ângelo, na Região das Missões, com o nome Rock de Galpão, apresentando releituras de clássicos da música tradicionalista gaúcha. O projeto consolidou-se, gravaram um disco independente (Rock de Galpão, 2006)  e começaram a vendê-lo nos shows agregando fãs por todas as regiões do Estado.
Hique Gomez que foi convidado para dirigir o DVD (Rock de Galpão Ao Vivo, 2010) com liberdade total. “Eu disse que entraria no projeto se eu pudesse mexer nas músicas, porque o meu trabalho é esse, música e performance.”, afirmou. Disse ainda que na sua experiência, como exemplo o Tangos e Tragédias, nunca produz um trabalho pensando na mídia, e que o Rock de Galpão ainda não expandiu para outros estados porque tem uma demanda muito grande no estado. “Quem cuida dos setores de música dos veículos, não são pessoas do meio musical e, devido a isso, geralmente não entendem o fundamento do que é proposto”, concluiu.
Um gênero de proposta semelhante criado no final da década de 60 é o samba-rock, uma fusão de samba com ritmos americanos como o jazz e o soul. Brunno Bonelli, vocalista da banda Calote Samba-Rock, afirma que a pouca valorização da mídia sobre esses projetos é reflexo de uma sociedade alienada. E deveria ser, não só valorizado, mas também incentivado. “É uma grande oportunidade para a música tradicional gaúcha mostrar sua cara, a verdadeira música gaudéria, que passa bem longe das bandas de tchê-music, e andar de mãos dadas com o rock de qualidade produzido no Rio Grande”, declarou.
Hique Gomez conta que o Rock de Galpão está progredindo e recebeu até proposta de uma emissora nacional para fazer o volume 2. “Alguns veículos do estado são incompetentes e não veem o que está do lado deles. Aí  vem um diretor de uma emissora nacional, que viu o DVD e gostou muito, e propõe fazer um volume 2 do show”, concluiu com certo desgosto.

Sites para baixar livros gratuitos 1

1.   Baixar Livros Grátis, site recém lançado com um catálogo razoável de clássicos da literaturabrasileira e estrangeira.
2.  Bartleby, eles têm uma das melhores coleções de literatura, versos e livros de referência com acesso gratuito.
3.   Biblomania, uma grande coleção de textos clássicos, livros de referência, artigos e guias de estudo.
4.   Books-On-Line, um diretório com mais de 50 mil publicações (a maioria grátis). A busca pode ser feita por autor, tema ou palavra-chave.
5.  Bookstacks, conta com cerca de 100 livros de 36 autores diferentes. Os livros podem ser lidos on-line ou baixados em formato PDF.
6.  Bored.com, milhares de livros clássicos para ler ou fazer download. É possível encontrar livros de música, jogos, culinária, ciências e viagens.
7.   Classic Book Library, uma biblioteca gratuita que contém romances de mistério, ficção científica e literatura infantil.
8.   Classic Bookshelf, biblioteca eletrônica de livros clássicos. Tem um programa de leitura que permite a visualização mais fácil dos arquivos.
9.   Classic Reader, coleção de clássicos de ficção, poesia, contos infantis e peças de teatro. Mais de 4 mil obras de centenas de autores.
10. Ebook Lobby, centenas de ebooks gratuitos ordenados em categorias que vão desde técnicas empresariais e arte até informática e educação.

terça-feira, 24 de maio de 2011

DICA: LEITURA


Blog de coisastantasderenatohirtz :COISAS TANTAS DE RENATO HIRTZ, DICA: LEITURA
     Além dos livros você encontra as seguintes orientações:
Como fazer uma resenha
Como fazer um resumo
Como fazer um relatório
Como fazer um artigo acadêmico
Como fazer um artigo de opinião
Como fazer um plano de aula.




REFLEXÃO

Blog de coisastantasderenatohirtz :COISAS TANTAS DE RENATO HIRTZ, REFLEXÃO

"Uma criança que aprende o respeito e a honra dentro de casa e recebe o exemplo vindo de seus pais, torna-se um adulto comprometido em todos os aspectos, inclusive em respeitar o planeta onde vive!"


Fonte da imagem:

Origem do texto:
Autor não identificado

REFLEXÃO: Greenpeace

Blog de coisastantasderenatohirtz :COISAS TANTAS DE RENATO HIRTZ, REFLEXÃO:  Greenpeace

"Quando a última árvore tiver caído, quando o último rio tiver secado, quando o último peixe for pescado, o Homem vai entender que dinheiro não se come."(Greenpeace)


Fonte da imagem:

MATERIAL PARA PROFESSORES ENSINO MÉDIO


Material para professores do Ensino Médio.

Sala dos professores

Baú do professor possui centenas de atividades criativas para os alunos e outras ferramentas didáticas.

SITES COM MATERIAL DIDÁTICO

Blog de coisastantasderenatohirtz :COISAS TANTAS DE RENATO HIRTZ, SITES COM MATERIAL DIDÁTICO

"Compartilhar é a melhor forma de aprender." ...
Idéias sobre o uso das TICs na educação, Biologia e outras coisas mais...

Cursos gratuitos

Materiais didáticos Inst. Biociências USP
 www.ib.usp.br (acesse o link materiais didáticos)

Suzana Ursi
"Ambos os sites acima oferecem material didático para download gratuito e estão vinculados aos professores e pesquisadores do Instituto de Biociências da USP. "

Fonte da imagem:

Ciências e Matemática

Vários níveis de jogos e temas de ciência ciências. Níveis pré-escola ,médio ou superior.

Site dedicado a ajudar pais e seus filhos em matemática.


Guias de Biologia, Biodiversidade e Videos Ciência (material livre). Site criado por equipe de estudantes de pós-graduação, professores e econuts que decidiram unir forças para ajudar a educar o mundo sobre o nosso planeta em mudança.

Vídeos Educacionais

Blog de coisastantasderenatohirtz :COISAS TANTAS DE RENATO HIRTZ, Vídeos Educacionais
"Site é uma biblioteca de vídeos on-line gratuito para os alunos e professores.

Site apresenta 21 filmes sobre educação e professores.

Ferramenta para ver, carregar, transcrever e traduzir vídeos em qualquer idioma.

Material didático e videos para professores de História.

Fonte de imagem:

Material para trabalhar em sala de aula sobre a Dengue

Blog de coisastantasderenatohirtz :COISAS TANTAS DE RENATO HIRTZ, Material para trabalhar em sala de aula sobre a Dengue

Material para trabalhar com séries iniciais.


Atividades de alfabetização,desenhos e livros didáticos.


Elaboração de material didático de Física para as séries iniciais do Ensino Fundamental.

Atividades escolares e passatempos para crianças.



Site disponibiliza centenas de atividades escolares e passatempos para crianças, jovens e adultos.



Acesse também:

As competências matemáticas essenciais .

Blog de coisastantasderenatohirtz :COISAS TANTAS DE RENATO HIRTZ, As competências matemáticas essenciais .


  Aqui você encontra atividades, experimentos, apresentações e aprendizagens para dar maior criatividade as suas aulas.


Fonte da imagem:

Atividades que vão "ALÉM DO CADERNO"

Blog de coisastantasderenatohirtz :COISAS TANTAS DE RENATO HIRTZ, Dica:  atividades que vão 'ALÉM DO CADERNO'

Aqui você encontra material para atividades, experimentos, apresentações e aprendizagens.


Fonte da imagem:

MATERIAL SOBRE GRIPE SUÍNA

Blog de coisastantasderenatohirtz :COISAS TANTAS DE RENATO HIRTZ, Dica: MATERIAL SOBRE GRIPE SUÍNA
Site traz material para professores e alunos trabalharem sobre este assunto.


Fonte da imagem:

Jovem que estuda música protege cérebro em idade avançada

Blog de coisastantasderenatohirtz :COISAS TANTAS DE RENATO HIRTZ, Jovem que estuda música protege cérebro em idade avançada