ESTE BLOG É NOSSO



Este blog tem como marco referencial a Educação.
O objetivo é ser uma fonte de informação,atualização,dicas,ponto de partida para consultas, reflexões, comentários, colaborações, histórias e causos que giram em torno do ensino, da aprendizagem, de toda a sua dinâmica e de fatos correlatos que influenciam todo este processo de alguma forma.


terça-feira, 20 de dezembro de 2011

FELIZ NATAL PROFESSOR


Aos professores!


   As bolas de papel na cabeça, os inúmeros diários para se corrigir, as críticas, as noites mal dormidas...
   Tudo isso não foi o suficiente para te fazer desistir do teu maior sonho. Tornar possíveis os sonhos do mundo.
   Que bom que esta tua vocação tem despertado a vocação de muitos. Parece injusto desejar-te um feliz dia dos professores, quando em seu dia-a-dia tantas dificuldades acontecem.
   A rotina é dura, mas você ainda persiste. Teu mundo é alegre, pois você consegue olhar os olhos de todos os outros e fazê-los felizes também.
   Você é feliz, pois na tua matemática de vida, dividir é sempre a melhor solução.
   Você é grande e nobre, pois o seu ofício árduo lapida o teu coração a cada dia, dando-te tanto prazer em ensinar.
   Homenagens, frases poéticas, certamente farão parte do seu dia a dia.
   O verdadeiro mestre sente-se feliz quando percebe que o caminho que ele abriu tem sido trilhado por muitos.
    O mestre tem a sua realização no aprendizado do pupilo, da passagem da experiência.
    É por isso que meras palavras não podem recompensar a alguém que optou por esta carreira que muitas vezes é dolorosa e cheia de espinhos.
   Obrigado por sua obstinação incontida, pois graças a ela, você nunca desiste.
   Obrigado professor, pelas broncas que nós deu, pois sem elas não poderíamos chegar até aqui.
   Obrigado professor por entrar em nossos caminhos.
   Obrigado professor por sempre ensinar.
   Obrigado professor pela sua dedicação e paciência.
   Obrigado professor pelo incentivo, pois quando tudo está difícil, você abre um sorriso e diz: - Calma, você vai conseguir!
   E conseguimos !!!

   Feliz Natal professor (a).

Fonte:

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Vinte coisas que “falamos” errado e não percebemos…

01 – Planos ou projetos para o futuro.
Você conhece alguém que faz planos para o passado?
Só se for o Michael Fox no filme “De volta para o Futuro”.
02 – Criar novos empregos.
Alguém consegue criar algo velho?
03 – Habitat natural.
Todo habitat é natural; consulte um dicionário.
04 – Prefeitura Municipal.
No Brasil só existem prefeituras nos municípios.
05 – Conviver junto.
É possível conviver separadamente?
06) Sua autobiografia.
Se é autobiografia, já é sua.
07) Sorriso nos lábios.
Já viu sorriso no umbigo?
08) Goteira no teto.
No chão é impossível!
09) Estrelas do céu.
Paramos à noite para contemplar o lindo brilho das estrelas do
mar?
10) General do Exército.
Só existem generais no Exército.
Brigadeiro da Aeronáutica.
Só existem brigadeiros na Aeronáutica.
Almirante da Marinha.
Só existem almirantes na Marinha.
11) Manter o mesmo time.
Pode-se manter outro time? Nem o Felipão consegue!
12) Labaredas de fogo.
De que mais as labaredas poderiam ser? De água?
13) Pequenos detalhes.
Se é detalhe, então já é pequeno. Existem grandes detalhes?
14) Erário público.
O dicionário ensina que erário é o tesouro público, por isso,
erário só basta!
15) Despesas com gastos.
Despesas e gastos são sinônimos!
16) Encarar de frente.
Você conhece alguém que encara de costas ou de lado?
17) Monopólio exclusivo.
Ora, se é monopólio, já é total ou exclusivo…
18) Ganhar grátis.
Alguém ganha pagando?
19) Países do mundo.
E de onde mais podem ser os países?
20) Viúva do falecido.
Até prova em contrário, não pode haver viúva se não houver um
falecido.

Fonte:

Uma manhã de reflexão


            Nestes dias fui ao centro da cidade onde moro. Gravataí é uma cidade interessante.Ao mesmo tempo que possui um desenvolvimento ativo contrapõe-se ainda o ar de cidade do interior.Tudo no centro desta cidade é próximo.O comércio,instituições municipais,hospitais  e bancos convivem lado a lado facilitando a vida dos munícipes.Gosto da zona central deste município.
            Nada disso tem haver com o que me levou a um dia de reflexão sobre a vida e dos encontros nada fortuitos encontrados em nossos caminhos. Já havia resolvido toda minha agenda daquela manhã de sol acalentador.Fui em direção a uma parada de ônibus para retornar para casa.Um grande número de pessoas estavam a espera de sua condução,assim como eu.Algumas formavam grupos de tagarelas que comentavam os mais diversos assuntos.Outros chegavam angustiados questionando se este ou aquele coletivo já havia passado e já emendavam uma boa prosa entre si.
            Observei que um rapaz atravessava a rua carregando uma pasta modelo executiva (as antigas 007) e pelo seu andar conclui que estava embriagado. Vinha em minha direção,aliás é uma coisa que eu atraio são indivíduos carentes,mendigos,problemáticos e embriagados.Talvez um “carma” ou uma missão.Sou bom ouvinte e tenho uma veia bem desenvolvida para o tipo “paizão”.
            - Bom dia meu senhor, com sua licença qual o ônibus que pego para ir ao Pan?
             ?  Raciocinei rápido e não consegui achar a informação solicitada.
            - PAN, meu senhor, P, A e N. Desculpe, mas é Pronto Atendimento.
            -Ah! Existem algumas linhas de ônibus que passam por lá - citei o nome delas e ele sorriu.
            Ele deposita a sua pasta no chão ao seu lado, olha para uma senhora que está próxima e diz:
            -Cuidado, minha senhora. Não vá bater na minha pasta.Aí dentro tem uma bomba.Se a senhora tropicar nela vai explodir e BUM ! Estaremos ao lado de Deus, Nosso Senhor, rapidinho.
            A senhora olha espantada e toma certa distancia olhando seriamente para o rapaz.
            -Desculpe minha senhora. Estou brincando com a senhora.estou feliz hoje e gosto de brincar respeitosamente.
            Sorri e olha para mim.
            - O senhor é um iluminado, um iluminado e enxerguei isto quando estava atravessando a rua. estava mal e cheguei perto do senhor e fiquei bem.O senhor é filho de Ogum e é iluminado.
            - Não é bem assim. Fico contente que estás feliz.
            - É estou indo para o PAN ver meu querido pai. Ele teve um derrame hoje pela manhã e eu,mesmo bebam,salvei a vida dele.Os para médicos da Samu disseram que seu não tivesse feito massagem cardíaca e respiração boca-a-boca até eles chegarem...ele tinha conhecido rapidinho meu irmão...Jesus Cristo.
            Passa outro senhor por perto e ele fala em voz mais alta ainda:
            - Olha a bomba!  Apontando para a pasta e sorrindo. Pede desculpas pela brincadeira ao senhor que lhe devolve um sorriso e um ar de estranheza.
            - E como está teu pai agora?
- Bem... quer dizer está no PAN fazendo exames e medições adequadas ao caso dele.
Notei que ele tinha uma facilidade em se expressar com certa correção gramatical. Não estava maltrapilho.No pescoço havia uma corrente com um crucifixo e nos dedos de uma das mãos havia um anel que não tinha aparência de bijuteria.
-Onde aprendeste a realizar os primeiros socorros?
- Meu senhor, tenho o ensino médio completo. Sou formado em Técnico em Eletricidade Industrial.Aprendi a fazer os primeiros socorros lá no Senai.Uma professora e um grupo de paramédicos nos ensinaram.Com isto salvei meu querido pai.
-E não exerces a tua profissão?
- Exerço. A de bebum ! (dá uma gostosa gargalhada). Sou baladeiro e bebum profissional.Até hoje não descobri o que fazer com meu certificado do ensino médio e muito menos com o do técnico.Virei bebum profissional...profi,meu senhor.
Com uma gargalhada gostosa se abaixa e começa a abrir a sua pasta.
-Olha a bomba! Olha a bomba! Vou lhe mostrar o que eu trago dentro desta pasta. Calma pessoal,é brincadeira,desculpem-me ! Sou muito brincalhão, mas não sou abusado!
Abre a pasta e para meu espanto lá dentro havia em torno de uma doze caixinhas de remédio, a maioria com tarja preta e uma garrafa pet pequena com um líquido cor de vinho. Havia documentos e papéis.Entre eles o certificado do ensino médio e do técnico que ele havia falado.
- O que é isto?
            - Senhor, isto é para que eu possa ficar feliz e se alguém não está feliz eu dou um destes comprimidos e pronto (grande gargalhada). Agora vou lhe mostrar a bomba.Aqui.Esta aqui é demais.
            Exibe uma garrafa pet cheia de vinho tinto e toma um gole.
- Esta faz esquecer que estudei para nada!Nada! Nada! Minha mãe é que me fez estudar e me levou no médico, pois eu era imperativo (outra gargalhada). Nada disso, eu sou bebum profi.Profi!
Aproxima-se o ônibus e ele rapidamente fecha a maleta. Dá um descoordenada corridinha.Entrando no ônibus vira-se e grita:
- Iluminado, fica com Deus! Olha a bomba! Olha a bomba!
Fiquei ali parado olhando o ônibus se afastar. O que leva uma pessoa a esta situação ? Como o espírito deste indivíduo vê este plano e a que veio, na verdade. Há culpados ? Quem?
Pensem nisto e tentem chegar a uma conclusão.

(Renato Hirtz - novembro 2011)

            

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

PAIS BRILHANTES, PROFESSORES FASCINANTES


PAIS BRILHANTES, PROFESSORES FASCINANTES
AUGUSTO JORGE CURY


FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO

    
      Incrível,o texto é de 2002.
      Passados 10 anos ele continua tão vivo como se tivesse sido escrito hoje.
      Atualmente querem 220 dias letivos !


Pelo fim dos 200 dias-aula/ano
José Luiz de Paiva Bello 
Rio de Janeiro, novembro, 2002.



Trabalhando com EDUCAÇÃO ESPECIAL



Acesse o site abaixo e inove suas atividades na EDUCAÇÃO ESPECIAL.


Toda educação é auto-educação ?!

Acesse o site abaixo e reflita sobre este tema.


“Não há, basicamente, em nenhum nível, uma educação que não seja a auto-educação. [...] Toda educação é auto-educação e nós, como professores e educadores, somos, em realidade, apenas o ambiente da criança educando-se a si própria. Devemos criar o mais propício ambiente para que a criança eduque-se junto a nós, da maneira como ela precisa educar-se por meio de seu destino interior.”

Vida secreta dos mamíferos.

Câmeras escondidas revelam "vida secreta" dos mamíferos em pesquisa.


Diversão para as crianças



Divirta-se com este site totalmente dedicado as crianças.

Descobertas científicas que revolucionaram a última década



domingo, 30 de outubro de 2011

PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL - Mundo reciclável

Link para álbum de fotos da atividade do Colégio Estadual Prof. Nicolau Chiavaro Neto.

PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL - Mundo reciclável


     Sábado,20 de outubro fui a uma escola relembrar meus tempos de professor. Curti muito  a atividade final do Projeto de Educação Ambiental - Mundo Reciclável da Escola Estadual Prof. Nicolau Chiavaro Neto,de Gravataí,RS.
     A gurizada estava empolgada e mais uma vez eu comprovei que o aluno(a) estimulado(a) descobre que pode superar a si mesmo e mostra produções incríveis.
Vamos curtir algumas fotos e os trabalhos de alguns grupos.



Alunos relatam experiências e trocam conhecimentos adquiridos entre si.





Nestes momentos há uma produtiva integração entre alunos,professores e comunidade escolar.
O processo de socialização é muito positivo.






A criatividade dos alunos é impressionante.
Abaixo sofá,banquetas e almofadas feitas com material reciclável (garrafas plásticas).


Cortinas e poltronas feitas com material reciclável.



Brinquedos não estavam ausentes nas produções dos alunos.



A vida deve ser reciclada e preservada.


Produtos de limpeza também feitos com material reciclável.
Tudo pode ser aproveitado mantendo o ambiente equilibrado e sustentável.


Produção de energia sem agredir o ambiente natural: a energia eólica.



Vamos brincar construindo os próprios brinquedos ? 
Brincando e aprendendo.



Produzindo enfeites e adornos para casa com material reciclável.


 Material reciclável transformando-se em bonitos presentes e podendo
resultar em lucratividade para quem aprende a utilizá-los.


 Professores no final da atividade curtem com alunos o material produzido.






Professores e comunidade recebem lembranças da atividade e comentam as interessantes produções dos alunos.
Na mão do professor um cofre feito com garras plásticas.



Comemoração de uma atividade que teve sucesso.


"Tia Sema " meiga,atenciosa e educada chama a atenção de quem chega a Escola e é recebido por ela.
Os alunos a estimam muito e não há quem não a obedeça.
Conhece a todos e tem sempre uma palavra de carinho ou de orientação para a vida.
"Tia Sema " continue cuidando dos alunos desta escola e parabéns pelo teu profissionalismo.


sábado, 15 de outubro de 2011

Oração do Professor



Oração do Professor 


Obrigado, Senhor, por atribuir-me a missão de ensinar
e por fazer de mim um professor no mundo da educação.

Eu te agradeço pelo compromisso de formar tantas pessoas e te ofereço todos os meus dons.

São grandes os desafios de cada dia, mas é gratificante ver os objetivos alcançados, na graça de servir, colaborar e ampliar os horizontes do conhecimento.

Quero celebrar as minhas conquistas exaltando também
o sofrimento que me fez crescer e evoluir.

Quero renovar cada dia a coragem de sempre recomeçar.

Senhor!
Inspira-me na minha vocação de mestre e comunicador para melhor poder servir.

Abençoa todos os que se empenham neste trabalho iluminando-lhes o caminho .

Obrigado, meu Deus,
pelo dom da vida e por fazer de mim um educador hoje e sempre.

Amém!

Comemorar o quê ?

15 de Outubro -DIA DO PROFESSOR

Inclusão? Quem inclui quem?





Maria Dolores Fortes Alves
Doutoranda (CNPq) 
Mestre em Educação pela PUC/SP 
Mestre em Psicopedagogia-UNISA 


Fonte da imagem:

Dicas Literárias





Fonte da imagem:

Por dentro das questões do Enem

Fique por dentro das Provas do Enem.

Acesse:

http://www.terra.com.br/noticias/educacao/infograficos/questoes-enem/

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Material para atividades em séries inciais.

Temas e Tópicos para Crianças.



Geografia e cultura para crianças


As apresentações em formato PowerPoint livres Para Crianças



Educação Especial no Brasil



Educação Especial no Brasil: fatos, desafios e realizações
Marta Gil e  Liliane Garcez


Fonte de imagem:

Paulo freire


“Ninguém educa ninguém; ninguém se educa sozinho os homens se educam em comunhão”.
Paulo Freire

Fonte da imagem:
http://educador.brasilescola.com/orientacoes/

domingo, 2 de outubro de 2011

Síndrome do membro fantasma


Pessoas que perderam algum membro de seu corpo sentem o membro fantasma. Trata-se de sensações de dor no local onde o membro perdido se encontrava. Tais sensações ocorrem porque o cérebro detecta estímulos sensoriais por meio de seus neurônios distribuídos por todo o organismo. Estes, por sua vez, provocam atividades elétricas contínuas determinando ao cérebro as partes do corpo. Dessa forma, mesmo perdendo algum membro do corpo, os neurônios continuam a transmitir tais atividades elétricas. 
Alguns estudiosos afirmam que a síndrome do membro fantasma refere-se à dor neuropática, ou seja, dor sem causa aparente provocada pelo mau funcionamento do sistema nervoso. A dor sentida normalmente é intensa e tende a se intensificar com o decorrer do tempo. 
Há inúmeras controvérsias a respeito dos mecanismos neurofisiológicos que induzem tal fenômeno, porém a explicação mais aceita é de Pattrick Wall, neurocientista britânico que diz existirem alterações provocadas pela cicatriz nas fibras nervosas no coto do membro amputado e, ainda, a falta de estímulos periféricos seriam as causas do fenômeno. Não há nenhum tipo de tratamento para o fenômeno, pois não se sabe com precisão as suas causas. Conclui-se apenas que a síndrome do membro fantasma é baseada em fatores fisiológicos e psíquicos. 
Existem ainda outras situações em que a síndrome do membro fantasma se manifesta em indivíduos, como lesões no plexo braquial (conjunto de nervos que se originam na medula espinhal), tetraplegia, retirada da mama, apêndice fantasma entre outras.

Por Gabriela Cabral
Equipe Brasil Escola


AS NOTAS MUSICAIS – Suas origens.


Desde muito tempo, as diferentes civilizações não só vivenciam a experiência musical como também elaboram métodos e teorias capazes de padronizar um modo de se compor e pensar o universo musical. Na Grécia Antiga, já observamos formas de registro e concepção das peças musicais através de sistemas que empregavam as letras do alfabeto grego. Ao longo do tempo, várias foram as tentativas de sistematização interessadas em formular um modo de se representar e divulgar as peças musicais.
Na Idade Média, a questão da música foi assumindo uma importância muito grande entre os clérigos daquela época. Por um lado, essa importância deve ser entendida porque os monges tinham tempo e oportunidade de conhecer todo o saber musical oriundo da civilização clássica através das bibliotecas dos mosteiros. Por outro lado, também pode ser entendida porque o uso da música foi assumindo grande importância na realização das liturgias que povoavam as manifestações religiosas da própria instituição.
Foi nesse contexto que um monge beneditino francês chamado Guido de Arezzo, nascido nos fins do século X, organizou o sistema de notação musical conhecido até os dias de hoje. Nos seus estudos, acabou percebendo que a construção de uma escala musical simplificada poderia facilitar o aprendizado dos alunos e, ao mesmo tempo, diminuir os erros de interpretação de uma peça musical. Contudo, de que modo ele criaria essa tal escala?
Para resolver essa questão, o monge Guido aproveitou de um hino cantado em louvor a São João Batista. Em suas estrofes eram cantados os seguintes versos em latim: “Ut quant laxis / Resonare fibris / Mira gestorum / Famuli tuorum / Solve polluti / Labii reatum / Sancte Iohannes”. Traduzindo para nossa língua, a canção faz a seguinte homenagem ao santo católico: “Para que teus servos / Possam, das entranhas / Flautas ressoar / Teus feitos admiráveis / Absolve o pecado / Desses lábios impuros / Ó São João”. Mas qual a relação da música com as notas musicais hoje conhecidas?
Observando as iniciais de cada um dos versos dispostos na versão em latim, o monge criou a grande maioria das notas musicais. Inicialmente, as notas musicais ficaram convencionadas como “ut”, “ré”, “mi”, “fá”, “sol”, “lá” e “si”. O “si” foi obtido da junção das inicias de “Sancte Iohannes”, o homenageado da canção que inspirou Guido de Arezzo. Já o “dó” foi somente adotado no século XVII, quando uma revisão do sistema concebido originalmente acabou sendo convencionada.
Por Rainer Sousa
Mestre em História da Música
Equipe Brasil Escola

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Biodiversidade



As estimativas recentes da perda de biodiversidade planetária ajudam a pintar o sombrio quadro da extinção: cerca 12% das aves, 23% dos mamíferos e 32% dos anfíbios já sumiram do mapa.

Tudo para o seu bem estar!



Vida e Saúde.org




Informações sobre todos os seres vivos.




Criada pelo Instituto Smithsonian de Washington, a enciclopédia compila e disponibiliza informações sobre todos os seres vivos --animais, plantas, fungos, protistas e bactérias-- e, ao mesmo tempo, pretende sensibilizar as pessoas para a conservação da biodiversidade.

100 dicas - Aula de Português

"Custas só se usa na linguagem jurídica" para designar despesas feitas no processo. Portanto, devemos dizer:"O filho vive à custa do pai". No singular.

Quer saber mais 99 dicas ?

http://sempreviva.wordpress.com/2011/08/20/utilidade-publica-100-dicas-de-portugues/

Dicas Língua Portuguesa

Você quer dicas quentíssimas da nossa Língua Portuguesa ?

Acesse:

http://g1.globo.com/platb/portugues/

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Projeto Escola.com





   Descobrir curiosidades sobre os animais sempre motiva as crianças. A utilização de imagens, vídeos e sons estimula a aprendizagem e permite que tenhamos ótimos resultados na aprendizagem dos alunos. 
   Esta atividade, baseada no Projeto Escola.com CIÊNCIA, apresenta aos alunos o fantástico mundo dos peixes!

                 

ONOMATOPÉIA



     Significa imitar um som com um fonema ou palavra. Ruídos, gritos, canto de animais, sons da natureza, barulho de máquinas, o timbre da voz humana fazem parte do universo das onomatopéias. 

     Por exemplo, para os índios tupis tak e tatak significam dar estalo ou bater e tek é o som de algo quebrando. As onomatopéias, em geral, são de entendimento universal.

Aaai! – grito de dor
Ah! – grito de surpresa, dor, medo, pavor ou descoberta 
Ah! Ah! Ah! – risada ou gargalhada 
Ahhh! – Aaah!, alívio
Ahn! – choro Arf! – animal arfando, ofegante 
Argh! – nojo 
Atchim ou ahchoo! – espirro
Bah! – desagrado 
Bam! – tiro de revólver 
Bang! – tiro 
Baroom! Baruuum! - trovões ou explosão de bomba atômica 
Baw! ou buá! – choro 
Bóim – batida na cabeça com objeto 
Bawoing! - corda de aço após soltar flecha. 
Bash! ou bow – queda 
Bbrrzz! – sintonia de rádio 
Beep! – bip, ruído eletrônico 
Biff! – soco no queixo 
Blah! baaa! buuu! – zombaria 
Blast! bruum! – explosão 
Bleahh! – zombaria 
Bonc! bou! – cabeça com cabeça 
Boom! bum! – tiro, explosão 
Boomp! – choque por queda 
Boot! tum! – pontapé traseiro 
Booo! uuu! – vaia 
Bounce! bóim! – mola soltando, animal pulando 
Brrr! – sensação de frio 
Brrr booom! – trovão 
Buow! – choro 
Burp! – arroto 
Buzzz! bzzz! – abelha voando; cochicho
Chomp! nhoc! nhac! nhec!- mastigar 
Chop! tchap! tchape! tchope! – chapinhar, patinar, chafurdar na lama
Clang!, blém!, blém! – batida em objeto metálico 
Clap! clap! Clap! plec! plec! – palmas 
Click clic! – ligar ou desligar 
Clink! plic! – piscar de olhos 
Clomp! tlum! vap! vop! – animal grande abocanhando objeto ou comida
Coff! oss! uss! – tosse por asfixia. 
Crack! prac! prec! – quebrando 
Crash! Praaa! – objeto grande se chocando com outro; estouro 
Crunch! croc! – mastigar torradas
Ding! dim! plim! trim! – campainha 
Drip! pim! ping! plim! plic! – gota 
Dzzzt! bzzzt! – vôo curto de abelha; rápido cochicho; ruído no processo da solda elétrica
Eeek! ic! – soluço 
Er... Ahn ... – indecisão
Gasp! Ufa! – cansaço 
Glub! glub! Glub! blub! glug! – líquido sendo engolido; beber água 
Grrr! – animal ou pessoa grunhindo 
Gulp! glup! – engasgo
Ha! Ah! Ah! – riso de satisfação, gargalhada 
Hã? Huh? hein? – interrogação 
He! he! he! eh! eh! rê! rê! – risinho de satisfação 
Hmmm hum... – reflexão 
Honk! fom! fom! – buzina 
Hoot! uuu! – vaia 
Hum! – satisfação
Ih! ih! ih! ih!, ri! ri! ri! – riso ridículo 
Ioo-hoo! iu-uu!, u-uu! – chamamento a distância
Ka-boom! ta-bum! – bomba 
Klunk! clunc! plunc! tlunc! – ruído surdo de objeto caindo 
Knock! Knock! toc! toc! – batida
Meow! miau! – miado de felino 
Mmm! huuum! – satisfação; reflexão; espanto, dúvida; mente trabalhando
Mooo! muuu! – mugido de búfalo 
Munch! chomp! – mastigada de animal grande
Oof! ufa! – suspiro de cansaço ou dor 
Oops! upa! epa! – espanto; medo; surpresa 
Ouch! ai! – grito de dor 
Ow! ouch! – desabafo de dor
Pat! pat! tap! tap! – tapinha carinhoso 
Pfft! pfft! phfpt! – cuspir; desprezo 
Ping! – gota caindo 
Plomp plom! – fruto caindo de árvore 
Plop! poc! pok! – batida em objeto oco; coaxar de sapo; perna de pau
Poof! puf! – desaparecer de repente. 
Poof! puf! – cansaço 
Pow! pou! – soco 
Psst! – expulsar ou chamar atenção
Rat-rat-rat! rá-tá-tá! ratataaá-tá – metralhadora 
Rawww! Grrr-ou! – rugido de gorila 
Riiinch! – relincho 
Ring! ding! – campainha tocando 
Rip! – rasgando; tesoura cortando
Roar! rawww! – rugido
Screeech! iééé! – freada de carro 
Sigh! ai-ai! – suspiro 
Slam! blam! – porta batendo 
Slop! blob!, blab! – pessoa ou animal babando 
Slurp! lamb! – lambida 
Smack! vjjj! – estalado; Mmm!, beijo 
Smash! paft! plaft! – tapa, bofetão; esmagamento; amassamento 
Snap! tlec! – estalar os dedos 
Snip-snip! rasg! riip! – rasgar 
Snore! ron! ronc! – roncar 
Snort! – ronco 
Sniff! fniff! chift! – aspirar, fungar; cão ou outro animal farejando uma pista 
Sob! ahn! – choro 
Soc! pow! sock! – porrada 
Splash tchá! chuá! – pessoa ou objeto caindo na água 
Splait splash! – queda na água; salto de trampolim 
Splop! ploc! ploct! plop! – queda de objeto oco 
Sssss! Ssss! – objeto queimando; silvo da cobra 
Swat! zip! – objeto arremessado; fecho éclair 
Swish! tchuf! – pistola de água; esguicho 
Swooish! fuiiim! vuum! zum! – algo cortando o ar rapidamente; zunindo
Tatata! tarará! – corneta 
Thud! tum! – pancada surda 
Thwack! plaft! pleft! – chicotada 
Tickle! tic! tic! tic! – cócegas 
Tic-tac – mecanismo de relógio 
Tick-tock – tic tac do relógio; torneira pingando 
Tingeling! blim-blém! blim-blom! – campainha moderna; sinos tocando
Toing! tóim! bóim! póim! – mola se desprendendo; personagem pulando 
Trash! trá! pra! – objeto se partindo; lixo caindo 
Trim! trim! prim! – toque de telefone 
Tsk! tss-tss! – risadinha entre os dentes; desprezo; abrir uma tampa de garrafa de bebida
Ugh! Ug! – exclamação 
Uh-HuH! ã-hã! – assentimento 
Uhn! hã! – surpresa 
Ungh! – choro
Va-voom! – objeto cortando o ar 
Vop! – objeto passando rápido no ar 
Vrom! brum! – arranque de carro
Wap! vap! – golpe com objeto 
Whack! pow! – porrada; golpe 
Wham! bam! – batida de porta 
Whap! vapt! – objeto zunindo no ar e atingindo o alvo; porta batendo
Wheee! fiii! – bomba caindo 
Whew! uf! – suspiro de alivio ou expressão de cansaço; expiração 
Whiz! zim! tzim! – zunido; ricochete de balas 
Whomp! vump! – queda 
Whoosh! swooish! – ar sendo rasgado por objeto em velocidade 
Wow! uau! – exclamação, admiração
Yeow! uai! – exclamação; espanto 
Yeowtch! – exclamação 
Yipe! ai! – dor
Zak! vap! – pancada, cutelada 
Zap! – choque elétrico 
Zing! zim! – sibilar da flecha 
Zip! vuup! vap! – zunido de objeto arremessado; golpe súbito; zíper fechando 
Zok! pof! tou! – pedrada na cabeça 
Zoom! zum! zoop! – movimento rápido 
Zowie! zum! – zumbido 
Zzz! – zumbido de inseto

Por: http://www.marel.pro.br/




Difícil será desaprender o errado!!!

E a gente pensa que repete corretamente os ' ditos populares'.
Dicas do Prof. Pasquale:

No popular se diz:

HOJE É DOMINGO PÉ DE CACHIMBO... e eu ficava imaginando como seria um pé de cachimbo, quando o correto é: HOJE É DOMINGO PEDE CACHIMBO..Domingo é um dia especial para relaxar e fumar um cachimbo ao invés do tradicional cigarro (para aqueles que fumam, naturalmente...).


'Esse menino não pára quieto, parece que tem bichocarpinteiro' - "Minha grande dúvida na infância... Mas que bicho é esse que é carpinteiro, um bicho pode ser carpinteiro???"
Correto: 'Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho no corpo inteiro'
 "Tá aí a resposta para meu dilema de infância!"  EU NÃO SABIA. E VOCÊ?


Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão.'
Enquanto o
 correto é:'Batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão.' "Se a batata é uma raiz, ou seja, nasce enterrada, como ela se esparrama pelo chão se ela está embaixo dele?" 


'Cor de burro quando foge.'
O correto é: 'Corro de burro quando foge!'"Esse foi o pior de todos!
Burro muda de cor quando foge??? Qual cor ele fica??? Porque ele muda de cor???"  

'Quem tem boca vai a Roma.'"Bom, esse eu entendia, de um modo errado, mas entendia! Pensava que quem sabia se comunicar ia a qualquer lugar!"  Ocorreto é: 'Quem tem boca vaia Roma.' (isso mesmo, do verbo vaiar).


'Cuspido e escarrado' - quando alguém quer dizer que é muito parecido com outra pessoa. O correto é: 'Esculpido em Carrara.' (Carrara é um tipo de mármore)

Mais um famoso.... 'Quem não tem cão, caça com gato.' "Entendia também, errado, mas entendia! Se não tem o cão para ajudar na caça o gato ajuda! Tudo bem que o gato só faz o que quer, mas vai que o bicho tá de bom humor!"O correto é:'Quem não tem cão, caça como gato.... ou seja, sozinho!'